Barba e camisa

Estes são os calções de banho mais giros para o verão – e são todos portugueses

Lisos, com riscas ou com padrões mais arrojados, o que importa é que são produtos nacionais e vão deixá-lo com muita pinta.

Todos os anos é a mesma coisa. Quando chega a altura de ir para a praia, vai a correr ao centro comercial mais próximo e despacha-se a comprar os primeiros calções que vê. Depois, quando chega à praia, há mais três homens a usar exatamente o mesmo modelo. A solução? Investir num bom par feito por marcas portuguesas. E pode ficar descansado: difícil é encontrar um modelo que não seja giro.

Qualidade das matérias-primas, boa confeção e cuidado com a forma como os produtos chegam ao cliente. Estas são algumas das características que unem as diversas marcas de roupa de banho portuguesas. Depois pode sempre escolher entre um modelo mais clássico, um mais moderno ou até amigo do ambiente.

É, por exemplo, o caso das peças feitas pela Panareha, marca criada em 2017. Os seus calções são feitos com tecido reciclado de garrafas PET. Mais virada para o desporto, esta marca tem dois tipos de calções de banho: uns para desportos radicais e outros para usos mais casuais na praia e piscina. No mesmo ano surgiu também a Blue Avenue, marca 100% nacional produzida em Barcelos, que tem como objetivo chegar a homens de todas as idades e, por isso, aposta nos modelos com um estilo mais clássico.

Mais antiga e também uma das mais conhecidas, a DCK Boardshorts surgiu em 2008, numa viagem à Indonésia, mas só em 2012 foi posta em prática, depois de encontrar fábricas no norte do País para produzir os calções. Hoje têm coleções novas a cada duas semanas e a vantagem de vender calções de banho mesmo fora da época normal.

A Thorpê, uma outra marca nacional nascida em 2017, distingue-se pela exclusividade dos padrões, desenhados pelos próprios donos. Por curiosidade, os nomes de cada um dos modelos são também inspirados pelas muitas praias portuguesas. Já a Molkot 560, também nascida em 2017, tem no nome o indicativo dos códigos de barras dos produtos portugueses. O design e a produção são nacionais.

A lista fica completa com a Hopiness – que começou pelos fatos de banho de mulher, mas acabou por se converter aos modelos masculinos, clássicos e intemporais – e com a Qvinto, criada em 2016 e recheada de calções inspirados nso elementos da cultura portuguesa como os azulejos.

Se ficou curioso mas não sabe por onde começar, damos-lhe uma ajuda. Carregue na galeria para ver alguns dos mais giros calções de banho de cada uma das marcas.

Outros artigos de Barba e camisa

Últimos artigos da 4MEN