Bola

As propostas mais absurdas das eleições no Sporting

A um mês das eleições mais concorridas do clube e em cima do prazo de entrega das candidaturas, a 4MEN foi espreitar as propostas dos candidatos. E ficamos indecisos.

O Sporting vive um dos períodos mais negros da história do clube. Na sequência das agressões aos jogadores no campo de treinos de Alcochete em maio e a destituição do presidente Bruno de Carvalho em junho, os sócios preparam-se para escolher o novo presidente do clube a 8 de setembro. A data limite para a entrega das listas é esta quarta-feira, prazo que foi surpreendentemente alargado por decisão de Jaime Marta Soares para esta quinta-feira até às 16 horas. Para já, e em comparação com outros anos, estas eleições estabeleceram um novo recorde de candidatos. São um total de sete, número que pode aumentar caso a lista de Bruno de Carvalho seja aceite.

Suspenso por um ano de sócio do Sporting, Bruno de Carvalho ainda está longe de garantir que poderá participar na corrida. A sua lista “Leais ao Sporting” foi entregue esta terça-feira, mas ainda está sob análise e será, ao que tudo indica, rejeitada. A decisão será revelada até ao prazo limite de entrega e, depois, o antigo presidente tem 48 horas para recorrer da decisão.

Mesmo sem Bruno de Carvalho, há outros pretendentes ao posto máximo do clube. Alguns são caras conhecidas, caso de Dias Ferreira, ilustre sportinguista e repetente nestas coisas de eleições. Em 2011 concorreu e perdeu para Godinho Lopes, mas ficou para sempre reconhecido por ter dado ao mundo um Paulo Futre concentradíssimo.

Outros candidatos não têm esse trunfo, embora tragam consigo uma lista infindável de propostas ambiciosas, arrojadas e um tanto ou quanto caricatas. Há quem prometa apostar em força no Padel, criar os postos de CEO e chairman, há também quem sugira criar um cartão de sócio low cost e até quem se vire para as novas tecnologias e prometa parcerias com startups. No dia da decisão, estas são as propostas e os candidatos que realmente importam.

Frederico Varandas

O antigo chefe do departamento clínico do Sporting estava com direção, até que deixou de estar. Num golpe que a direção viu como um ato de traição, o médico e militar – Bruno de Carvalho relembrou-o, em mais um post do Facebook, que um soldado nunca abandona as suas tropas – demitiu-se e foi um dos primeiros a garantir que seria um dos candidatos ao posto.

É o líder da lista “Unir o Sporting”, que promete transformar Alvalade numa espécie de centro de congressos e convenções, tudo para associar o clube a eventos e marcas de prestígio. Mais importante ainda, Varandas não esquece o passado eclético do clube e deixa a garantia de criar ainda mais modalidades, entre elas o Padel.

Fernando Tavares Pereira

É o candidato que mais sócios desconhecem. Com cinco anos, Tavares Pereira começou a trabalhar na agricultura com uma passagem pela serralharia. Cumpriu a escolaridade obrigatória, na altura a quarta classe, mas foi forçado a desistir dos estudos para cuidar da família. Atualmente é empresário em vários sectores como a agricultura, a metalomecânica e o turismo. Tem uma fortuna avaliada em 2.5 milhões de euros.

Sob o lema “Unidos Venceremos”, a sua lista é a mais democrática. É a única que não tem comissão de honra, porque, segundo o próprio, o Sporting “é de todos, é dos ricos, é dos pobres, sejam pastores de ovelhas, doutores ou engenheiros”.

É com esse espírito que Tavares Pereira apresenta uma das propostas mais inusitadas: uma espécie de cartão de sócio low cost. Não dá desconto em gasolineiras e lápis em papelarias, mas as quotas irão custar apenas 1,5€. Paga pouco, é certo, mas sócio low cost não tem direito a voto. E nem tudo é mau, esta versão de sócio com limites dá direito a um bilhete para um jogo em Alvalade.

Pedro Madeira Rodrigues

Pode ser acusado de tudo, menos de não ser persistente. Depois de surgir como único candidato frente a Bruno de Carvalho nas últimas eleições – e de ser atropelado com uns míseros 9,49% do total de votos –, Madeira Rodrigues volta à corrida. Desta vez, a lista surge sob o nome “O Grande Sporting: Valores, Visão e Vitórias”. 

Outros artigos de Bola

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?