Comer e beber

Lisboa Rio: um restaurante que é uma discoteca junto ao Tejo

Aposta na música house e nos pratos tradicionais portugueses. A esplanada está a três metros do Tejo.

Carregue nas setas para ver mais imagens.
À noite, o piso de cima é uma discoteca
A esplanada fica junto da estação de barcos
A pista de dança durante o dia
O bar do piso de cima
Há lugar para 60 pessoas no interior
camarão grelhado com citrinos e sal marinho (13,50€)
brownie de beterraba , creme de gengibre e fruta (4€)

O Lisboa Rio está colado ao cais da estação de barcos e é um restaurante, bar e discoteca que vai fazer várias festas de sunsets. O espaço é de Luís Moreira, o mesmo dono do Lisboa ao Vivo, a sala de espetáculos que foi inaugurada em setembro de 2016, na Avenida Infante Dom Henrique.

“O Luís estava há quatro anos à procura de um sítio daqui até Cascais”, diz o relações públicas do espaço, Nuno Rocha. “Quando encontrou este, achou perfeito.”

A morada pertencia a um restaurante tailandês que esteve vários anos abandonado e em mau estado — agora, que é o Lisboa Rio, serve sobretudo pratos nacionais e mediterrânicos (além de cocktails). Tudo está pensado tanto para os lisboetas como para os turistas. A esplanada onde cabem 30 pessoas fica a apenas três metros do rio Tejo. Lá dentro, há cadeiras para mais 60 pessoas. 

“Não queremos atrair os miúdos ou os hipsters do Cais do Sodré. Estamos à procura de pessoas mais maduras.”

Alguns dos destaques na ementa são bochechas em vinhas de alho com castanhas e legumes (17,50€), naco de vitela com risotto de três cogumelos (19€), lombo de bacalhau fresco com puré de ervilhas e ovo (20€) ou salmão com risotto à bolhão pato (16,50€).

Além disso, têm petiscos para dividir — enchidos tradicionais (8,50€), amêijoas em tomate e limão (13,50€) ou camarões grelhados (13,50€) — e saladas, entre os 12€ e os 13€.

Durante a tarde, o que mais se pede são cocktails — há gins, rum, vodka, whiskys, tequilas, licores, aguardentes, moscatel ou vinho do Porto na carta.

Mais do que um restaurante e um bar durante o dia, o Lisboa Rio transforma-se à noite numa discoteca cheia de luzes LED, que funciona no piso de cima, mas que mantém a vista para o Tejo. O consumo mínimo é de 4€ e a entrada faz-se por uma porta lateral diferente da do restaurante.

Lá em cima, a música que se ouve é house. Cabem 170 pessoas no espaço, que tem um bar próprio e uma zona lounge, com sofás e bancos. O Lisboa Rio tem cerca de 300 metros quadrados, divididos pelos dois pisos. Toda a decoração, pensada por Ana Nunes, é inspirada no rio — há candeeiros, janelas e adereços que fazem lembrar as paredes de um navio.

Outros artigos de Comer e beber

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?