Restaurantes

Il Mercato: o mercado lisboeta onde se come à italiana

Depois do Come Prima e da pizzaria Forno d’Oro, o chef Tanka Sapkota abriu um restaurante italiano com massas feitas ao momento e uma mercearia só com produtos de Itália.

O chef nepalês mais italiano de Lisboa, Tanka Sapkota, responsável pelas cozinhas do Come Prima e Forno d’Oro, abriu o Il Mercato. Podia ser apenas mais um restaurante italiano em Lisboa, mas há também uma mercearia só com produtos vindos de Itália e uma espécie de bar de pastas frescas feitas ao momento.

“É sempre um prazer trazer coisas novas à cidade. Mais uma vez não me copiei a mim, nem aos outros”, explica o chef Tanka Sapkota. O novo Il Mercato fica no Páteo Bagatela, a poucos metros do Forno D’Oro, e já está a funcionar desde o final de dezembro. Foi sempre pedindo aos clientes para não partilharem fotos do restaurante. 

No Il Mercato existe um menu que muda todos dos dias, mas é idêntico aos almoços e jantares. No dia em que a NiT foi conhecer o restaurante havia focaccia caseira com azeite, bruschetta com tomate e manjericão, massa rigatoni com beringela e manjericão, massa papperdelle com natas e parmesão e filete de porco com alho francês e ervas frescas. Aos almoços, isto tudo — sim,  tudo —custa 11,95€. Ao jantar fica por 19,95, mas inclui sobremesa e café.

Tem ainda a carta com outras sugestões, como o bife do lombo com parmesão DOP (10,95€) ou ricota com tomate seco e nozes (6,95€). Tudo é feito com produtos italianos que se encontram à venda no mercado. Fica logo à entrada do restaurante e está aberto durante todo o dia. Além de sal, farinhas, azeites e molhos, existem muitos produtos de charcutaria, como queijos e enchidos que podem ser pedidos para levar com em pratos para consumir no espaço acompanhado por uma focaccia.

É na zona do mercado que se encontra o bar de pasta fresca, com 20 variedades que fazem na hora. Há sempre nove que já estão preparadas e que podem ser pedidas com um dos molhos para o almoço ou jantar. Também estão disponíveis para take away — depois é só chegar a casa e cozer segundo os tempos que lhe indicarem. A melhor parte é que são feitas na hora e com ovos biológicos da quinta Casal dos Planetas. Além da mercearia, existe ainda uma garrafeira apenas com sugestões italianas.

A decoração foi feita por Cristina Santos Silva. O Il Mercato tem capacidade para 70 pessoas — mais uma esplanada no exterior. Já as ilustrações que compõem algumas das paredes foram desenhadas pelo artista plástico português Pedro Zamite.

Carregue na foto para saber mais sobre o novo Il Mercato.

Outros artigos de Comer e beber

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?