Comer e beber

MAR: a nova marisqueira moderna do Parque das Nações

Os responsáveis pela Forneria abriram um restaurante cheio de estilo com muito peixe e marisco. Há opções mais tradicionais e também pratos de autor.

Assim que entrar no novo MAR, vai reparar em duas coisas. De um lado, um aquário de 1700 litros com marisco vivo. Do outro, uma banca de peixe fresco como se de um mercado se tratasse. Logo aí percebe-se que no novo restaurante de Lisboa são os peixes e mariscos de qualidade que dominam a ementa.

O MAR é a mais recente marisqueira moderna da cidade. Abriu no Parque das Nações no início de outubro e pertence a Rui Matos e Joaquim Prates, os mesmos responsáveis pela Forneria, a pizzaria e restaurante que também fica no bairro. “A nossa génese é uma marisqueira tradicional mas queríamos trazer alguma inovação”, explica Rui Matos.

Assim se percebe que na carta encontremos sugestões como gambas, percebes e sapateira e peixe grelhado, mas também tártaro de atum com sementes de sésamo e algas (11€), salada de caranguejo crocante (13€) ou polvo assado no forno com batata doce e molho fricassé e pimentos padrón (16€).

“Na zona não havia nada do género mas muitas pessoas que por aqui já passaram disseram-nos que era um espaço que podia ter muito bem aberto no Príncipe Real ou no Cais do Sodré”, diz Joaquim Prates. O design de interiores foi feito pelo Projecto 84, que decorou também a Forneria, que abriu no Parque das Nações em setembro de 2016.

Logo no início pode escolher o que peixe que quer ver grelhado mesmo atrás da banca refrigerada. Pode ir para a sala principal e ter uma refeição mais tradicional ou ficar na barra, a mesa junto à cozinha de onde vê os pratos a sair e os peixes a serem voltados na grelha. Aqui há uma carta de snacks e petiscos, que também estão disponíveis na sala.

O novo MAR tem capacidade para 80 pessoas, a que se somam 14 na barra. As mesas são de mármore e nas paredes azuis há figuras de inox com peixes e mariscos, tudo a condizer com o conceito do restaurante. E claro que marisqueira que é marisqueira tem de ter algumas opções de carne. É o caso dos secretos de porco preto (16€), do bitoque de carne maturada (15,50€) e do típico prego do lombo com mostarda para o final (7,50€).

Antes disso é nos peixes e mariscos que saem da cozinha do chef André Veríssimo que deve apostar. Tem 36 anos, já passou por restaurantes de hotéis e de rua em Lisboa — o Nobre e a Cantina Ministerium foram os últimos — e, curiosamente, foi no espaço onde agora fica o MAR que se iniciou como chef há 15 anos.

Lavagante, amêijoas, berbigão, santola e peixe grelhado em carvão de árvore Marabú, que chega de Cuba — não a do Alentejo —, são alguns dos pratos. Mas também há pica pau com picles de maçã (12€), ostras de Aveiro com molho de picles caseiro (2,20€ a unidade), croquetes de novilho (3,50€), salada de caranguejo crocante (13€), ou prego de atum (12,50€). No final, fãs de Galak, vão gostar de saber que há uma mousse de chocolate branco incrível (4€).

Além de marisqueira, o espaço funciona também como peixaria. É chegar, escolher o peixe e levar para preparar em casa.

Carregue na foto para saber mais sobre o novo MAR.

Outros artigos de Comer e beber

Últimos artigos da 4MEN