Restaurantes

Pasta Non Basta: Lisboa tem mais pizzas em forno de lenha

Também tem massas frescas, risottos e vários petiscos preparados com ingredientes vindos de Itália.

O restaurante tem capacidade para 44 pessoas

O antigo restaurante De Castro Elias, em Lisboa, transformou-se numa casa italiana. Chama-se Pasta Non Basta, abriu em 2017 e na ementa tem muito mais do que pizzas e pratos de massa, como se percebe pelo nome. Há vários petiscos para começar a refeição ou ideais para os finais de tarde, como as bruschettas, mexilhões no forno com massa de pizza ou almôndegas com mozzarella.

“O objetivo foi trazer para Lisboa pratos genuínos de cozinha italiana”, explica Frederico Seixas, um dos responsáveis pelo restaurante. É um dos sócios da Brother Food, a empresa que já conta com dois projetos na cidade, o Bambu, o quiosque na Avenida da Liberdade; e o Out Of, perto das Amoreiras. Agora tem mais um, o Pasta Non Basta, com a parceria de António Oliveira e Silva, que trouxe o conhecimento italiano ao projeto.

“O António já tem outras pizzarias no País, como o Este Oeste, em Belém, e a Casavostra, no Algarve. Agora quis um restaurante mais familiar e de bairro. Por isso, decidiu avançar com o Pasta Non Basta, ao qual a Brother Food se associou também.” A maioria dos produtos usados vem de italiana, como as farinhas, os queijos e os enchidos. Já os ingredientes frescos são nacionais.

Não precisa de entrar no restaurante para perceber que tudo é feito ao momento. Ao lado da entrada do Pasta Non Basta está uma janela que lhe permite ver o forno de lenha e toda a zona onde são preparadas as pizzas. As opções são tradicionais e de tamanho único: 32 sentimentos de diâmetro, um prato generoso. Tem a a Primavera, com mozzarella, rúcula e tomate (12,50€), a Pesto, com mozzarella e pesto caseiro (12,50€) e a Diavola, com tomate, mozzarella e salame picante (12,50€). Do forno saem ainda calzones e pizzas com os ingredientes que preferir.

Saladas não faltam no menu, assim como o spaghetti all bolognese (10,50€), linguini nero com gambas (12,50€), lasanha (10,50€), e também os risottos. Na carta existem dois, o de abóbora com cogumelos e parmesão (13,50€) e o de beterraba, com amêndoas, parmesão e manjericão (14,50€), que tem sido mais pedido. Para terminar a refeição também há um favorito, ou melhor, uma favorita: a mousse de chocolate com Nutella e amendoim (4€). Se não gostar (como não?), há tiramisu e panna cotta (4€).

Carregue na foto para conhecer melhor o novo Pasta Non Basta.

Outros artigos de Comer e beber

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?