Comer e beber

O Quintal: há novidades na petiscaria mais famosa da Amadora

O chef mudou e trouxe um menu com mais petiscos, como tártaro de corvina e tataki de novilho.
O arroz de pato é uma das novidades/ Fotos de Paulo Barata.

A campainha do número 5B da Rua Bernardim Ribeiro, na Amadora, não tem parado de tocar. É assim desde 2016, altura em que abriu O Quintal. De imediato, este espaço tornou-se numa das petiscarias mais conhecidas da cidade. E agora está cheia de novidades: chegou um chef novo e com ele veio uma carta cheia de sugestões para partilhar com os amigos.

Depois de ter feito alguns trabalhos de consultoria para o restaurante, o chef David Coelho tomou conta da cozinha em definitivo. Desde março que todas as semanas existe um petisco em destaque, com preço único de 5€, e um prato do dia, que custa 7€.

A ementa passou a ser mais portuguesa. Já não encontra o caril de camarão, por exemplo, mas em alternativa passou a haver arroz de pato (7,90€), bacalhau à Brás (5,90€), tártaro de corvina com azeite, flor de sal de malagueta (7,90€), ou tataki da vazia com salada de coentros e cebola roxa (7,90€).

Na parte dos petiscos mantêm-se os ovos rotos (4,90€), que já existem desde a renovação que fizeram em 2018; as gambas salteadas com alho e coentros (6,90€); a bruscheta de tomate com manjericão e parmesão (4,90€); ou os ovos mexidos com farinheira e maçã verde (4,90€).

Mas O Quintal também tem pratos principais. Peça a corvina grelhada com legumes salteados (14,90€); o bacalhau com broa de milho, grelos e batata a murro (13,90€); as bochechas de porco estufadas com camarão, manga e caril (12,90€); ou o bife do lombo com ovo, presunto e batata frita (14,90€).

Este restaurante é um projeto de Margarida Breia, uma jovem de 28 anos que deixou a área da farmacêutica para se dedicar à restauração. O Quintal tem capacidade para 46 pessoas e, como já percebeu, tem de tocar à campainha se lá quiser entrar — até porque o serviço de reservas não é de confiar.

Carregue na galeria para conhecer melhor as novidades d’O Quintal.

Outros artigos de Comer e beber

Últimos artigos da 4MEN