Desporto

Limpinho, limpinho: estes foram os lances mais polémicos da jornada

Pediram-se penáltis da Luz ao Bessa, passando por Vila do Conde. Em mais uma jornada de decisões controversas, o ex-árbitro Pedro Henriques dá a sua opinião.

O Benfica foi o primeiro dos grandes a tentar marcar pontos na 11.ª jornada, isto depois de uma semana agitada. A goleada em Munique para a Liga dos Campeões abanou o balneário e Rui Vitória esteve mesmo prestes a ser despedido. Não foi e foi o primeiro a entrar em campo na Luz, para um jogo decisivo que até correu bem. Acabou com uma vitória por 4-0 e com alguns lances que obrigaram a algumas repetições.

Mais a norte, no Porto, jogou-se o dérbi entre FC Porto e Boavista, que terminou com uma vitória portista no último lance da partida – e que motivou alguns amarelos, muitos palavrões e mais uma expulsão para Sérgio Conceição. Dentro do relvado, a polémica não diminuiu. Houve pelo menos três penáltis pedidos por jogadores de ambas as equipas e um golo anulado por fora de jogo.

A jornada terminou em Vila do Conde com a vitória (a terceira consecutiva) do Sporting de Marcel Keizer, onde também se pediram penáltis e até cartões vermelhos. No rescaldo de mais uma jornada do campeonato, o ex-árbitro Pedro Henriques analisa e julga todos os lances controversos dos jogos dos três grandes.

Benfica 4 – 0 Feirense

31′ – Amarelo bem mostrado a Alphonse?

“Gedson chega primeiro e antecipa-se. Alphonse, completamente fora de tempo embora na tentativa de jogar a bola, acaba por pisar de forma negligente o jogador do Benfica. Livre direto e cartão amarelo bem mostrado.”

50′ – Ficou um penálti por marcar sobre Pizzi?

“Pizzi e Cris correm para a bola no sentido de a controlarem e o contacto entre ambos acaba por ser inevitável dada a movimentação dos jogadores, acabando por ser mais forte no choque o jogador do Feirense. É um lance legal e sem motivo para penálti, não obstante a queda do jogador do Benfica na área.”

55′ – Golo bem anulado ao Benfica?

“Golo bem anulado por posição de fora de jogo. No momento em que a bola foi cruzada para a área, Jonas estava claramente adiantado em relação ao penúltimo adversário.”

85′ – Penálti por marcar a favor do Feirense?

“Boa decisão da equipa de arbitragem em não ter assinalado penálti. Sferovic usa o braço esquerdo e Briseno o seu braço direito e, nestas circunstâncias em que ambos cometem falta, os árbitros nada assinalam.”

Boavista 1 – 0 FC Porto

5′ – Ficou um penálti por marcar a favor do FC Porto?

“Ao executar o pontapé livre, a bola vai bater em ambas as mãos de Mateus que as tinha à frente do corpo para se proteger do embate da bola. Não houve ganho de volumetria, nem os braços estavam em posição fora do plano do corpo, pelo que não havia motivo para penálti.”

69′ – Há penálti de Brahimi sobre Rochinha?

“É um lance de análise muito difícil. Rocnhinha, que já estava em desequilíbrio, também vai ao contacto com o seu pé direito, contudo Braimi também não para o seu movimento e com o pé esquerdo acaba por tocar, rasteirar e fazer cair o jogador do Boavista. Uma infração só possível de ver com as diversas repetições, mas passível de pontapé de penálti.”

71′ – Golo bem anulado a Herrera?

“É um lance cujas repetições não são totalmente esclarecedoras, pois não houve o apoio da tecnologia de linha virtual. Mesmo assim fica a ideia de que quando Filipe cabeceia, o seu colega Herrera está mais próximo da linha de baliza do que o defesa do Boavista que estava a subir e que deixou um dos pés mais para trás, pelo que o golo anulado por fora de jogo parece correto.”

78′ – Ficou um penálti por marcar a favor do Boavista?

“Lance legal e sem motivo para qualquer infração. Ambos os jogadores usam o braço um em relação ao outro no momento em que tentam ganhar posição, pelo que nestas circunstâncias em que defesa e avançado cometem simultaneamente falta, os árbitros nada assinalam.”

Rio Ave 1 – 3 Sporting

9′ – Existe alguma irregularidade no golo do Sporting?

“O árbitro assinala corretamente o pontapé livre a favor do Sporting por clara carga incorreta de Diego sobre Gudelj. Coates recomeça o jogo com a bola quatro metros mais atrás e fora do local da infração, situação que por ter ocorrido na zona do meio campo se aceita, pois só no ultimo terço do campo se pede aos árbitros que sejam rigorosos no local da falta, assim como na colocação da barreiras e no recomeço só quando apitam.”

41′ – Ficou um penálti por marcar a favor do Rio Ave?

“Mathieu lança-se em carrinho com a intenção de cortar a bola mas não lhe chega a tocar. É Vinicius que com o seu pé direito toca na bola, acabando por na sequência do lance ser derrubado pelo jogador leonino, lance que ocorreu no interior da área e passível de marcação de penálti.”

47′ – Acuña devia ter sido expulso?

“Com os braços, Acuña impede a progressão do seu adversário acabando mesmo por derrubá-lo. O lance tem inicio junto à linha lateral, acabando por terminar na direção da linha de baliza e numa zona lateral da área, havendo até outros defensores leoninos com possibilidade de intervirem no lance, razão pela qual apenas houve lugar à sanção técnica e sem motivo para qualquer ação disciplinar.”

87′ – Vinicius devia ter visto o vermelho direto?

“Vinicius entrou de forma agressiva sobre o seu adversário, pondo claramente em risco a integridade física do jogador leonino. Entrou com ímpeto, malícia, intensidade e velocidade, embora não tenha acertado em cheio pois o jogador do Sporting evitou em tempo parte do impacto. Este tipo de entradas com força excessiva são passiveis de cartão vermelho e não de amarelo como foi mostrado.”