Man cave

Chegou o primeiro cartão de 1 terabyte que vai salvar a vida aos fotógrafos

É primeiro SDXC de 1TB para câmaras – e que permite guardar uma longa sequência de fotos em RAW sem trocar de cartão.

Os discos externos de 1 terabyte (TB) já são comuns no mercado, mas a Lexar foi mais longe e lançou o primeiro cartão de memória SDXC para câmaras fotográficas. A unidade de armazenamento foi anunciada na quarta-feira, 9 de janeiro, durante o CES 2019 e junta-se agora a outros cartões da série SD de 633x da marca – que já incluia capacidades de 16GB, 32GB, 64GB, 128GB, 256GB e 512GB.

O dispositivo foi projetado para câmaras digitais DSLR, que filmam em HD e suportam fotografias em RAW, vídeos em 1080p, 3D e vídeo em 4K (classe V30).

Na verdade, a SanDisk foi a primeira empresa a apresentar um cartão SDKC de 1 TB, durante a Photokina 2016 – uma das maiores feiras na área da indústria fotográfica, que decorre na Alemanha. No entanto, nunca foi comercializada.

Joey Lopez, do departamento de Marketing da Lexar, relembrou ao “Endgaget” que “há quase quinze anos, a Lexar anunciou um cartão SD de 1 GB”. Acrescenta ainda: “Hoje, estamos entusiasmados em anunciar 1TB de capacidade de armazenamento no mesmo formato”. Lopez acredita que, até 2034, a empresa lançará cartões de 1 petabyte.

Um terabyte equivale a 1,024 GB. O petabyte é um múltiplo do byte e o prefixo peta indica a décima quinta potência de 1000 no Sistema Internacional de Unidades. Na verdade, para armazenar um único PB precisaríamos de mais de 745 milhões de disquetes ou 1,5 milhão de de CD-ROM.

O novo cartão de 1 TB foi submetido a rigorosos testes de desempenho, de qualidade, de compatibilidade e de confiança. Com esta capacidade, os criativos do audiovisual poderão continuar a filmar ou a fotografar sem trocar o cartão, mesmo com ficheiros maiores e de alta resolução. Contudo, o preço não será amigável, já que deverá custar perto de 450€, em conversão direta, mas vem com uma garantia vitalícia.

Outros artigos de Man cave

Últimos artigos da 4MEN