Máquinas

62 anos depois, o mítico D-Type da Jaguar está de volta

Em 1956, ficaram 25 modelos por produzir. Agora, marca inglesa vai finalmente cumprir a promessa.

É considerado um dos mais bonitos carros de corrida de todos os tempos e agora, 62 anos depois, a Jaguar prepara-se para cumprir uma velha promessa.

O icónico modelo da marca inglesa deixou de ser produzido em 1956, mas agora a Jaguar decidiu que está na altura de produzir mais 25 D-Type. Porquê este número redondo? É que há 62 anos, a empresa tinha previsto completar a produção de 100 veículos, só que acabou por construir apenas 75.

Os carros vão ser fabricados à mão, nas instalações da Jaguar Land Rover Classic Works, em Coventry, e espera-se que sejam insuficientes para satisfazer todos os interessados que querem ter um destes modelos na sua garagem.

O D-Type, que tem um motor XK de seis cilindros, venceu as 24 Horas de Le Mans por três vezes, entre 1955 e 1957.

A equipa da Jaguar Classic analisou ao pormenor os esboços e planos técnicos originais do carro de forma a que cada novo D-Type seja fabricado de acordo com as caraterísticas originais.

Os futuros proprietários vão poder escolher entre o chassis dianteiro curto e o chassis dianteiro comprido, sendo que o protótipo foi fabricado com as caraterísticas do chassis comprido de 1956, que tem um amplo capô, cabeça de motor aberta e pinças de travão de substituição rápida.

Outros artigos de Máquinas

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?