Máquinas

Mais poder, menos poluição. Chegou o novo Citroën C5

O C5 Aircross original só chega à Europa no início de 2019, mas a marca já preparou o modelo seguinte.
Carregue nas setas para ver mais imagens

O C5 Aircross fez a sua estreia em maio e, já estando à venda no mercado chinês, só tem chegada à Europa no início de 2019. Sem perder tempo, a marca francesa já está a preparar a próxima versão do modelo. Chama-se C5 Aircross Hybrid, vai ter um motor híbrido de 225 cv, mais 45 do que o normal, e uma redução na emissão de poleuntes em 40%.

O anúncio foi feito esta terça-feira, 11 de setembro, no site da marca francesa. Segundo a Citroën, o novo C5 Aircross Hybrid vai ter um motor a gasolina de 1.600 cm3 de cilindrada e 180 cv, a mesma cavalagem do C5 Aircross, auxiliado por um motor elétrico de 80 kW. Feitas as contas, o carro tem uma potência combinada de 225 cv.

Para conseguir conciliar o sistema elétrico e o sistema a gasolina, este modelo conta com uma caixa automática e-EAT8, especialmente desenvolvida para automóveis híbridos. Vai ter um consumo de dois litros a cada 100 quilómetros e emissões abaixo dos 50 gramas/km de CO2, menos 40% do que a maior parte dos carros a combustível.

Em relação ao C5 Aircross original, destacam-se poucas alterações no exterior. Ainda assim, o novo modelo vai passar a ter pequenos detalhes azuis no para-choques. A decoração da carroçaria combina detalhes azuis e verdes por cima de uma base branca. No interior, há alguns apontamentos em azul, mas a principal atração é um painel de instrumentos digital de 12.3 polegadas e um um ecrã central tátil de oito polegadas.

O C5 Aircross Hybrid vai ser mostrado no Paris Auto Show de 4 a 14 de outubro. Apesar de ainda ser um protótipo, este modelo é o início de uma estratégia da Citroën, que pretende que até 2023 80% dos seus modelos tenham uma versão elétrica e até 2025 todos tenham essa opção. A marca francesa pretende lançar este modelo no início de 2020.

Outros artigos de Máquinas

Últimos artigos da 4MEN