Máquinas

Deepfakes: os vídeos falsos que o vão fazer apagar todas as suas selfies

A tecnologia que permite colocar a cara de qualquer pessoa em vídeos pornográficos chegou e é assustadora.

Não, não é mesmo a Daisy Ridley

Em dezembro de 2017, nascia uma pequena sub-página no gigantesco fórum da Internet, o Reddit. Neste canto com um nome enigmático de Deepfakes, começaram a surgir vídeos que, rapidamente, despertaram a atenção de milhares de utilizadores. Por lá, encontravam-se algumas das maiores celebridades de Hollywood em vídeos pornográficos explícitos. Gal Gadot, Scarlett Johansson ou Emma Watson eram algumas das protagonistas de cenas que, à primeira vista, pareciam legítimas.

O grau de realismo era tal que os próprios utilizadores demonstraram a sua perplexidade. “Como é que fizeram isto?”, era a pergunta que mais se fazia pelo fórum. A resposta foi simples: algum conhecimento de programação, inteligência artificial e muitas, mesmo muitas selfies.

É graças a estas selfies que o computador consegue desenhar a cara do alvo através de vários ângulos e com diferentes expressões. Quanto maior for o número de fotografias inseridas, mais fiel será a reprodução. Depois, é a própria máquina que faz todo o trabalho, graças à inteligência artificial do algoritmo criado pelo criador das Deepfakes.

Em poucos dias, o que parecia uma tarefa quase impossível, passou a estar ao alcance de qualquer um – e as implicações são assustadoras. Nas semanas que se seguiram, o surgimento de vídeos que colocavam celebridades no corpo de atrizes pornográficas cresceram exponencialmente. E é neste truque de magia que reside a grande inovação das Deepfakes: a facilidade de colar qualquer rosto a um outro corpo em movimento, capaz de enganar o olhares mais desatento.

Outros artigos de Máquinas

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?