Máquinas

Veja tudo o que vai mudar no novo Gmail

O email da Google vai ter um novo design e deve ser implementado nas próximas semanas. Enquanto isso não acontece, mostramos-lhe tudo o que vem aí.

A Google anunciou esta quarta-feira, 11 de abril, que está a trabalhar num novo design para o Gmail e que deverá ser lançado nas próximas semanas. O objetivo da alteração passa por tornar o interface nos computadores o mais próximo possível daquele que já é usado nos smartphones.

O novo Gmail terá um design mais moderno, com base em elementos do Material Design, as diretrizes visuais da Google. A caixa de entrada deixa de ter um aspeto condensado para um visual muito mais organizado e limpo, tornando-se numa espécie de híbrido entre o atual Gmail e a Inbox, uma das várias aplicações da Google para email.

As alterações vão estar, numa primeira fase, disponíveis para os clientes da G Suite, sendo alargada a todos os utilizadores nos próximos tempos.

O “The Verge” teve acesso a algumas capturas de ecrã relativas ao novo design do Gmail. Entre as novidades, destacam-se a possibilidade de fazer snooze aos emails, de modo a que estes desapareçam temporariamente da caixa de entrada.

A Google vai permitir também as respostas inteligentes, que sugerem mensagens automaticamente consoante o contexto dos emails, algo que já existe na app para smartphones. Vai estar também disponível uma funcionalidade que vai permitir escrever rascunhos e ler emails sem ligação à internet.

A maior novidade, no entanto, prende-se com a nova barra lateral, que vai integrar alguns dos serviços da empresa sem necessidade de abandonar a página, como o Google Calendar, o Google Keep ou o Relógio. De acordo com o TechCrunch”, algumas aplicações de terceiros como o Clearbit, a Streak ou a Dropbox também vão estar disponíveis.

Estas mudanças devem ser anunciadas durante o Google I/O, que terá lugar entre 8 e 11 de maio.

Carregue na galeria para ver o novo visual do Gmail.

 

Outros artigos de Máquinas

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?