Treino

Este treino também combate a depressão

Ficar em forma e deixar para trás os dias cinzentos? Onde é que assinamos?

As vantagens de fazer exercício não são detetáveis apenas do ponto de vista físico. Várias investigações já comprovaram os benefícios que treinar regularmente fazem ao cérebro. Agora, um novo estudo veio concluir que os treinos de resistência também ajudam a combater sintomas de depressão.

Estima-se que, a nível mundial, cerca de 300 milhões de pessoas sofram de sintomas depressivos. É um problema mental sério que pode inclusivamente levar a um aumento de risco de doenças cardiovasculares, Alzheimer, diabetes do tipo 2 ou morte precoce. Só em medicamentos, serão gastos qualquer coisa como 100 mil milhões de euros. O exercício físico torna-se, assim, um importante aliado na luta contra esta doença.

Uma investigação publicada no “National Institutes of Health” de 2001 já tinha confirmado a ideia de que o exercício aeróbico poderia melhorar o humor de pacientes depressivos, sem qualquer tipo de efeitos secundários e sem o auxílio de medicação.

Agora, um estudo publicado no “JAMA Psychiatry” verificou que os treinos resistência podem ter os mesmos efeitos. O grupo de investigadores analisou dados de mais de 1.800 participantes fisicamente saudáveis. Concluíram que, no geral, este tipo de atividade física estava associado a uma redução significativa nos sintomas, independentemente do estado de saúde dos envolvidos.

Esta dinâmica foi particularmente comum nas pessoas cujos sinais de depressão eram baixos a moderados.

Outros artigos de Treino

Últimos artigos da 4MEN

Queremos ser seu amigo no Facebook. Pode ser?